ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS    |

A voz do trabalhador

ACESSIBILIDADE

A+
A-

NOTÍCIAS


22 DE JUNHO DE 2016

Deputado Nelsinho saúda conquistas das mulheres e denuncia omissão de dados da segurança por parte do governo Sartori

Durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (22), o deputado Nelsinho Metalúrgico se pronunciou sobre as conquistas das mulheres nesta semana e sobre a crise da segurança pública no nosso estado.


Vitórias das mulheres


O deputado iniciou sua manifestação comemorando a inauguração da sala da Procuradoria Especial da Mulher aqui Assembleia Legislativa. Este espaço, que, entre outras coisas, vai acompanhar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra mulheres e meninas e fiscalizar e acompanhar a execução de programas para a mulher, é muito importante não só pela sua função, mas também pela sua representatividade, que compromete a casa legislativa com a defesa e a promoção da igualdade de gênero, da autonomia, do empoderamento e na representação das mulheres nos espaços públicos.


E também saudou a notícia de que a Procuradoria Geral da República denunciou, e o Supremo Tribunal Federal abriu duas ações criminais contra o Deputado Federal Jair Bolsonaro, que utilizou a tribuna do congresso nacional para fazer apologia ao estupro ao insinuar que a sua colega de parlamento, a Deputada Federal Maria do Rosário, não merecia ser estuprada por ser feia.


Nelsinho também lembrou que crime hediondo e a incitação ao crime hediondo, como o estupro, não fazem parte da proteção que a imunidade parlamentar poderia proporcionar a Bolsonaro.


 Segurança Pública


Aproveitando o espaço da tribuna, o Deputado Nelsinho observou que apenados considerados perigosos pelo sistema da polícia estão sendo colocados em liberdade monitorada por que o governo do estado insiste no desmonte da segurança pública ao não investir na estrutura e não repor o efetivo já defasado. Ele lembrou do caso, veiculado esta semana, de uma juíza que mandou soltar um dos maiores assaltantes de banco, que inclusive responde por homicídio, porque a Susepe não tem condições de levá-lo às audiências. “Assim está a segurança do nosso estado: a polícia prende, a justiça solta, porque solto o delinquente, o acusado, o criminoso, terá a oportunidade de ir as audiências que a própria justiça propõe. Esta é a situação que vivenciamos. E aí quero chamar a atenção para a falta de estratégia, falta de uma política de segurança pública no nosso estado”, pondera o parlamentar.


O deputado encerrou sua fala relatando que a Secretaria de Segurança Pública não divulga mais trimestralmente as informações sobre a criminalidade no estado. Por decisão política, o governo Sartori sonega da população, do parlamento e dos órgãos de fiscalização, os números reais referentes a violência. A última atualização no site do órgão foi em novembro de 2015, numa tentativa de esconder a ineficiência da política adotada pelo governo e a falta de estratégia nesta área que tem preocupado tanto a população do Rio Grande do Sul. 


<< VOLTAR

Canal do Nelsinho

Entrevista programa Espaço Público…

Mural do Nelsinho

Dilma

“O destino sempre me reservou muitos desafios, muitos e grandes desafios. Alguns…
Veja os depoimentos

Endereço

ESCRITÓRIO POLÍTICO DE CANOAS

AVENIDA VICTOR BARRETO, Nº 1778, CENTRO

CANOAS/RS

FONE (51) 3429-1948

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RS

PRAÇA MARECHAL DEODORO, 101 - PORTO ALEGRE/RS

4º ANDAR - SALA 410

FONE (51) 3210-2670

SEGUNDA À SEXTA DAS 8H ÀS 18H

contato@nelsinhometalurgico.com.br

Links Úteis

ACESSE AQUI UMA SÉRIE DE LINKS REFERENTES AO PODER PÚBLICO E OUTRAS INSTITUIÇÕES

Acompanhe-me nas Redes Socias